segunda-feira, janeiro 17, 2011

Ainda o T

T (tê)

T  de tantos  T de Triste  T de todos
T  de tudo  ou  de  nada
T  a  tecer  em  sua torre o
Tempo


Há  toiros a pastar nas margens do T
há um cristo que traz um T às costas
tábua minha onde talho o canto
meu talvez  minha taça: T  de  tágide.

E tudo é tema  teia  tentação
tudo é ponto d`in-
terrogação.  Tudo  é  tempo  a  tecer
em  sua  torre o


Janeiro 1974


Letras - Manuel Alegre - Editora Centelha


T de TITO

Etiquetas: , ,

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial