sábado, setembro 19, 2009

Até já...


22 de Maio de 1919 / 18 de Setembro de 2009
Olá, Pai
Na quinta-feira percebeu que era eu, não foi? Sei que sim. O beijo que lhe dei não foi de despedida. Hoje queria lá ir, mas já não esperou. Mas o Pai sabe, como eu sei, que nos vamos encontrar por aí. Só queria ter a certeza de que o sítio onde está, tem lá um lugar para mim.
Até lá.

Com os irmãos
Na escola

Uma das paixões antigas

Na quinta que tanto adorava
(Foto de Luis Pereira)

15 Comentários:

Às sábado, 19 setembro, 2009 , Blogger M. disse...

Um abracinho apertado te deixo.

 
Às domingo, 20 setembro, 2009 , Blogger Cerejinha disse...

Passei para te deixar um beijinho.

 
Às domingo, 20 setembro, 2009 , Blogger Paula Raposo disse...

A saudade e uma ternura de post!! Beijos.

 
Às domingo, 20 setembro, 2009 , Blogger Justine disse...

Um abraço de solidariedade!

 
Às domingo, 20 setembro, 2009 , Blogger viajante disse...

A todos vós o meu Obrigado. Hoje o meu filho disse palavras muito bonitas acerca do avô.

 
Às domingo, 20 setembro, 2009 , Blogger carmen disse...

Pareces com teu pai.
Que bom essas nossas memórias, mesmo que doloridas pela saudade.
Beijo

Pai
Composição: Fábio Jr.

Pai!
Pode ser que daqui a algum tempo
Haja tempo prá gente ser mais
Muito mais que dois grandes amigos
Pai e filho talvez...

Pai!
Pode ser que daí você sinta
Qualquer coisa entre
Esses vinte ou trinta
Longos anos em busca de paz...

Pai!
Pode crer, eu tô bem
Eu vou indo
Tô tentando, vivendo e pedindo
Com loucura prá você renascer...

Pai!
Eu não faço questão de ser tudo
Só não quero e não vou ficar mudo
Prá falar de amor
Prá você...

Pai!
Senta aqui que o jantar tá na mesa
Fala um pouco tua voz tá tão presa
Nos ensine esse jogo da vida
Onde a vida só paga prá ver...

Pai!
Me perdoa essa insegurança
Que eu não sou mais
Aquela criança
Que um dia morrendo de medo
Nos teus braços você fez segredo
Nos teus passos você foi mais eu...

Pai!
Eu cresci e não houve outro jeito
Quero só recostar no teu peito
Prá pedir prá você ir lá em casa
E brincar de vovô com meu filho
No tapete da sala de estar
Ah! Ah! Ah!...

Pai!
Você foi meu herói meu bandido
Hoje é mais
Muito mais que um amigo
Nem você nem ninguém tá sozinho
Você faz parte desse caminho
Que hoje eu sigo em paz
Pai! Paz!...

 
Às segunda-feira, 21 setembro, 2009 , Blogger Dulce disse...

Um beijo Zé

 
Às segunda-feira, 21 setembro, 2009 , Blogger Benó disse...

Um forte abraço.

 
Às quinta-feira, 24 setembro, 2009 , Blogger saloia disse...

um beijinho e abraço
Mary

 
Às sexta-feira, 25 setembro, 2009 , Blogger Leonor disse...

ola ze
um abraço.

 
Às terça-feira, 29 setembro, 2009 , Anonymous Luís Pereira disse...

Um grande abraço.
Que saudades tenho dos passeios com ele na quinta.
Luís Pereira

 
Às terça-feira, 29 setembro, 2009 , Blogger pedro macieira disse...

Um abraço amigo
Pedro Macieira

 
Às terça-feira, 29 setembro, 2009 , Blogger bettips disse...

Se sabes avaliar como é BOM ter um pai digno de amor... Zé, aceita assim o meu abraço amigo.

 
Às segunda-feira, 05 outubro, 2009 , Anonymous Anónimo disse...

Com atraso, mas sentido, aqui deixo um abraço amigo para si.
emília reis

 
Às quinta-feira, 15 outubro, 2009 , Blogger greentea disse...

chega o momento de partirem "daqui"
mas constatamos que permanecem para sempre algures ao nosso lado, nas nossas memórias, num livro , numa flor...
um beijo para ti , num dia assim

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial