sexta-feira, março 09, 2012

646 - Palavra Puxa Palavra - Reticências...

"Era uma vez uma casa muito velhinha, secular, que estava num estado degradado...."


Depois, graças ao bom gosto da sua nova dona, foi recuperada...


E hoje, passadas muitas vicissitudes, está "novinha em folha "

Nota em rodapé: na casa amarela, ao lado, primeiro andar e sótão, viveu este escriba mais de vinte anos...

Etiquetas: ,

7 Comentários:

Às sexta-feira, 09 março, 2012 , Blogger Lucia Luz disse...

Zé, realmente a casa ficou uma beleza e a nova dona teve o cuidado de manter todas as características da casa.
Tão bom ver casas antigas e bem cuidadas. É a memória sendo preservada.
Morava numa casa linda heim Zé? Muito bacana.
Um abraço

Lucia

 
Às sexta-feira, 09 março, 2012 , Blogger Luisa disse...

Teve bom gosto a dona da casa e também sabedoria porque manteve todas as suas características. Pena foi teres de abandonar esta vizinhança.

 
Às sexta-feira, 09 março, 2012 , Blogger Justine disse...

A casa está um encanto. Tiveste belos vizinhos, Viajante:-))))

 
Às sábado, 10 março, 2012 , Blogger jawaa disse...

Que bonita casa, Zé! Imagino que tenhas saudades desses espaços.
Um abraço

 
Às domingo, 11 março, 2012 , Anonymous Anónimo disse...

Adoro aquela casa, quem me dera poder morar lá :(
Maria "pelintra"

 
Às segunda-feira, 12 março, 2012 , Blogger Zé-Viajante disse...

"Maria" conheço algumas.
Pelintras (sem "") somos todos nós...
É realmente uma casa de sonho.
E desejo à Maria (que vai para lá viver-vai tardando, vai tardando-) as maiores Felicidades.

 
Às sexta-feira, 16 março, 2012 , Blogger M. disse...

A casa ficou uma beleza. E felizmente que quem a recuperou lhe pôs uma porta a condizer, que a outra era horrível.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial