sexta-feira, fevereiro 25, 2011

Re(encontro)

Encontrei o Ruy um destes dias. Já não o via há anos. Da última vez andava meio curioso/meio desesperado à procura da Bé. Uma correspondente-namorada(?) da África do Sul, fim dos anos 60. Falei-lhe nisso e encolheu os ombros. Penso que desistiu de vez, depois de ter pedido algumas ajudas e ninguém lhe ter ligado.
Agora, uma obsessão: rever a Ema. Disse-me que gostava de a conhecer pessoalmente. Acho que só a viu uma vez, em Lisboa, no lançamento de um livro (no Porto, não se recorda...). Viu-a ao longe, na mesa das apresentações, não teve coragem de lhe falar. Pensou, com a sua timidez de sempre, que ela era de outro mundo, inacessivel. (o Ruy sempre fora assim). Agora comunicavam, nas novas redes sociais. Falou com ela, uma, duas vezes no celular. Mas o que o Ruy francamente desejava era vê-la de novo. De mais perto. Sem receios. A morar no Fogueteiro, sabia-a em Setúbal. Uma cidade grande. Quem sabe se virá a ter coragem para a convidar para um café, dois dedos de conversa? Pelo que conheço do Ruy, acho que vai ficar pelo sonho.

Etiquetas: , ,

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial