quarta-feira, maio 09, 2012

670 - Porquê ?

Olá Pai. Falei há dias com a Mãe. Falámos de si, como é óbvio. E disse-lhe que havia de contar histórias de comboio passadas consigo. Uma ou duas de que me lembrava.

Mas agora, Pai, estou demasiado triste. Têm sido as " partidas " que me abalam. Não da estação de Sintra ou do Rossio. Mas da Vida.
É injusto Pai, diga o que disser, que sabia ser um Crente Verdadeiro.
Ontem soube do J. Não o conhecia. Era Amigo de Amigos e sei que estão desolados.
Há duas semanas foi o M. Dele só conhecia o percurso, justo e terno.
(Vi-o uma vez em Almoçageme e como se sabía reconhecido sorriu-me. Um sorriso bonito, penso que Amigo)
Foram, não há muito, os amigos de Caxias, Paço de Arcos. Primeiro o T. que deixou a L. a tratar de tantos filhos e netos. Depois a M.S.J (porque não a fomos ver ao hospital?) O A.P. cuja esposa já partira, o P. amigo e padrinho. E tantos mais...

(O A., aquele menino querido que a S. tanto adora, lá está, em muito mau estado, num hospital, sem hipóteses de transferência, ao menos. Sem hipóteses, se calhar. E só me apetece chorar, gritar; porquê?)

Estou a ser "ignorante" ao questionar isto: porquê aqueles, os Bons, e não os outros que cá ficam a estragar-nos a vida?
(O Pai sabería explicar, mas agora não pode, não é?)
Porquê aqueles que faziam falta e não aqueles que estão cansados, desiludidos, com uma vontade tremenda de desistir? Porquê, porquê?

É madrugada ainda (apesar de mais tarde aparecer outra hora. A tal mania...). Vou esperar que o dia chegue. E ter esperança que a Vida prossiga no seu ciclo misterioso. Mas muito confuso de há uns tempos para cá.

Um beijo Pai. Fica para outra altura a história dos comboios.

Etiquetas:

2 Comentários:

Às quarta-feira, 09 maio, 2012 , Blogger Justine disse...

A vida é tão injusta, Viajante. E o teu texto tão pungente...
Um beijo muito amigo e obrigada pelo teu carinho.

 
Às domingo, 27 maio, 2012 , Blogger M. disse...

Tudo na vida tem uma razão de ser e quem sabe tudo isso que tão bem partilhas aqui connosco sirva também para que quem te lê se enriqueça interiormente.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial