sexta-feira, fevereiro 04, 2011

Memórias do Futuro - II


" ... o jardim da casa de Sintra                  ... O jardineiro suicida aparecia-me em sonhos a pedir perdão, o seu neto é agora avô como eu, quem sabe se também vai ao casamento de alguém, não sei como convive com o fantasma do avô e a visão da estufa da quinta de Sintra, a casa sombria está agora deserta e as framboesas da minha infância desapareceram para sempre. "

Daniel Sampaio - Memórias do Futuro - Leya / Caminho, pág. 48 e 49

Narrativa de " duas famílias ".

Tencionava acabar o livro naquele dia. Parque dos Castanheiros, logo a seguir à Fonte Mourisca.
Mas no livro, página 49, está um apontamento, a lápis. (E uma etiqueta colada).
"e no Parque dos Castanheiros, na Volta do Duche, está um frio de rachar. 11,35h. Vou à Piriquita comprar dois travesseiros. Para a Nela e para a Sara "

Etiquetas: , ,

1 Comentários:

Às quinta-feira, 10 fevereiro, 2011 , Blogger Mónica disse...

tá giro :D
sou grande fã do daniel sampaio, uma das poucas pessoas q admiro.
obrigada por este bocadinho

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial