domingo, junho 01, 2008

Tejo e outro(s) rio(s)


Fartei-me de o avisar. Mas mesmo assim não deixou de escrever sobre coisas da bola. Eu tinha lido um poema lindo, fiz questão de o mostrar porque sabia que o não conhecia. Mas não me ligou " pevide "e virou-se para coisas de somenos
Assim, com os louros todos para mim - nem a Gatinha foi chamada - o que se segue foi aquilo de que muito gostei.
Alheado, ou lá o que seja, ele furta-se aos comentários daquilo que lê. Por isso, façam favor de dirigirem, só para mim, aquilo que vos apetecer escrever.
Vosso amigo
Simão




O rio da minha aldeia




O Tejo é mais belo que o rio que corre pela minha aldeia
Mas o Tejo não é mais belo que o rio que corre pela minha aldeia
Porque o Tejo não é o rio que corre pela minha aldeia
O Tejo tem grandes navios
E navega nele ainda
Para aqueles que vêem em tudo que lá não está
A memória das naus
O Tejo desce de Espanha
E o Tejo entra no mar em Portugal
Toda a gente sabe isso
Mas poucos sabem qual é o rio da minha aldeia
E para onde ele vai
E donde ele vem
E por isso, porque pertence a menos gente
É mais livre e maior o rio da minha aldeia
Pelo Tejo vai-se para o Mundo
Para além do Tejo há a América
E a fortuna daqueles que a encontram
Ninguém nunca pensou no que há para além
Do rio da minha aldeia
O rio da minha aldeia não faz pensar em nada
Quem está ao pé dele está só ao pé dele.
Fernando Pessoa ( Alberto Caeiro )

5 Comentários:

Às segunda-feira, 02 junho, 2008 , Blogger Dulce disse...

Ora então tb tens bom gosto, Simão!! Não ligues ao teu dono que ele anda com pouca paciência ... coisas da vida !!! Por coincidência tb tenho umas fotos do Tejo tiradas no sábado. Lindo estava ele, cheio de luz e de velas coloridas espalhadas pelas águas! Talvez nos tenhamos cruzado ... quem sabe!

 
Às terça-feira, 03 junho, 2008 , Blogger Paula Raposo disse...

Linda a fotografia! Beijos.

 
Às quarta-feira, 04 junho, 2008 , Blogger Justine disse...

Belíssimo o Tejo na foto, belíssimo o poema do Fernando Pessoa, mas de facto há mais rios, e mais rios, e mais rios...

 
Às quarta-feira, 04 junho, 2008 , Blogger pedro macieira disse...

Uma boa navegação do Trans-atlântico.
Um abraço

 
Às domingo, 15 junho, 2008 , Blogger Leonor disse...

fantastico poema que eu ainda nao conhecia apesar de ter estudado fernando pessoa.
vou dar aos meus alunos.
beijinhos

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial