quarta-feira, novembro 14, 2007

As Avós

As voltas que um texto dá. Este foi escrito por uma menina de 8 anos, talvez na sua escola, e publicado no jornal do Cartaxo. Retirei-o do jornal Destak (rubrica Instantes) e apresentado por Luísa Castel-Branco . É realmente uma delícia, como refere a escritora.

Definição de avó:
« Uma avó é uma mulher que não tem filhos, por isso gosta dos filhos dos outros.
As avós não têm nada para fazer, é só estarem ali.
Quando nos levam a passear, andam devagar e não pisam as flores bonitas nem as lagartas.
Nunca dizem "Despacha-te!". Normalmente são gordas, mas mesmo assim conseguem apertar-nos os sapatos.
Sabem sempre que a gente quer mais uma fatia de bolo ou uma fatia maior.
As avós usam óculos e às vezes até conseguem tirar os dentes.
Quando nos contam histórias, nunca saltam bocados e nunca se importam de contar a mesma história várias vezes.
As avós são as únicas pessoas grandes que têm sempre tempo.
Não são tão fracas como dizem, apesar de morrerem mais vezes do que nós.
Toda a gente deve fazer o possível por ter uma avó, sobretudo se não tiver televisão.»

7 Comentários:

Às quinta-feira, 15 novembro, 2007 , Blogger escorpião disse...

Simplesmente lindo!!! Estou à espera q o meu menino tenha saidas deste genero...

 
Às sexta-feira, 16 novembro, 2007 , Blogger viajante disse...

...e vai ter. Ele promete.
Um grande beijo para ele.

 
Às sexta-feira, 16 novembro, 2007 , Blogger Dulce disse...

Curiosamente, li esse texto ontem à noite num outro blog que visito frequentemente. É um texto lindo que merece uma segunda leitura.
Beijinhos

 
Às domingo, 18 novembro, 2007 , Blogger luis manuel disse...

Têm todo o tempo do mundo, ou melhor, guardam todo o tempo do mundo para estar ali... onde sabem sempre o que fazer e como fazer, até apertar os sapatos...vivem a história da sua vida, na vida dos que crescem, sem pisar flores bonitas ou lagartas.
E até há algumas que também gostam de televisão...!
Eu não tive nenhuma... morreram mais vezes, mas sei o que eles sentem.

Um abraço

 
Às terça-feira, 20 novembro, 2007 , Blogger Leticia Gabian disse...

Eu quero!
Eu quero muito!
Eu quero muito ser AVÓ!!!!!!!


Beijão

 
Às quinta-feira, 22 novembro, 2007 , Blogger arturibeiro disse...

delicioso post!

 
Às sexta-feira, 30 novembro, 2007 , Anonymous mj disse...

Eu também QUERO!
Uma amiga minha acabou de ser e eu quase que senti como se fosse eu. Tb vi nascer a filha...
Eu tb li este texto e é uma ternura e uma fonte de sabedoria.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial